Barracuda - Jean Dufaux Jérémy 1 a 3



O navio pirata Barracuda aborda um navio levando uma família nobre e aí começa uma grande aventura das mais interessantes.
As mulheres, mãe, filha e "Emília", são vendidos no mercado de escravos de Puerto Blanco. O comerciante de escrevos Farrango fica com a menina Maria, monges que tentam salvar essas mulheres da escravidão conseguem comprar apenas a mãe e "Emília" é comprada por um alto preço pelo pirata Flynn.

                                                   
Além de tudo o Capitão Pirata deixa seu filho ferido na ilha e vai atrás do diamante amaldiçoado Kashar, com o mapa que roubou da família nobre. E assim, uma saga de anos e anos vai se desenrolando.
A bela Maria, agora adulta, faz seu comprador, com sem se casou, de gato e sapato. Se torna uma esposa rica, mas ainda quer muito mais. Ela quer vingança pela morte de sua mãe.
"Emília" se torna aluna de Flynn e passa a manejar a espada e a ser mais do que apenas uma escrava. O filho do capitão do Barracuda espera na ilha o retorno de seu pai com o diamante, mas este passa sérias dificuldades no mar.

Com aventura, romance e algo mais que pode desagradar aos fãs de Bolsonaro, Barracuda é mais uma das belas HQs européias com que somos brindados pelo Ndrangheta.

Novos X-Men Imperial



DOWNLOAD
"Bem-vindo de volta ao estranho mundo dos Novos X-Men de Grant Morrison. Assim como E de Extinção, este volume continua o plano do escritor para sacudir os X-Men, revitalizando a equipe e suas aventuras de modo inteligente.

Embora pareça um paradoxo, um dos aspectos mais interessantes de Novos X-Men é que Morrison encontrou uma maneira de humanizar os personagens como nunca fora feito antes. Apesar da estranheza das situações em que eles se encontra, há uma honestidade quanto ao comportamento individual dos membros da equipe que parece torná-los mais reais do que nunca.
John Sublime e Cassandra Nova agme como maravilhosos floretes para que o roteirista mergulhe cada vez mais fundo na psique dos mutantes para expor seus medos e desejos profundos.

Também digno de nota é que este volume contém a edição 121 de New X-Men, a contribuição de Morrison para o acontecimento experimental conhecido como Nuff Said! A teoria por trás do evento do mês é que todos os quadrinhos de destaque da Marvel não trariam diálogos, confiando exclusivamente na arte para narrar a história. Foi sem dúvida um desafio e, como você verá, Morrison lidou com de forma excepcionalmente inteligente.
Novos X-Men: Imperial nos leva ao fim do primeiro ano do roteirista à frente dos heróis mutantes da Marvel. Em apenas doze meses, o escritor transformou o status quo da equipe e introduziu uma nova abordagem que brincava com pontos fortes do passado, mas abraçando o futuro com destemor. Graças a ideias brilhantemente inventivas os X-Men jamais voltariam a ser os mesmos."

Sinopse:
"Cassandra Nova, a irmã gêmea aparentemente natimorta de Charles Xavier, deu as caras na primeira parte da história como uma bióloga que tocou o terror ao construir uma nova geração deSentinelas bizarros para exterminar os mutantes de Genosha. Após o massacre na ilha, Emma Frost, uma das poucas sobreviventes, junta-se aos X-Men e passa a ser uma das professoras da escola do Professor X. E este, numa decisão surpreendente, anuncia em cadeia nacional que é um mutante, o que chama a atenção da imprensa e atiça o preconceito de fanáticos religiosos e segregacionistas. Outra das consequências é o surgimento de um grupo que pretende controlar os mutantes param que sirvam de matéria-prima para a criação de uma nova espécie, os o-men, humanos híbridos com os filhos do átomo.

E os problemas não param por aí. A consciência da irmã doppelgänger domina o corpo de seu irmão famoso e, por meio dele, faz com que o Fera seja espancado até ficar inconsciente e depois deixa a Terra e parte para o Império Shiar. Daí a coisa fica ruça de vez, quando os Superguardiões Shiarvão à Terra para eliminar de vez os portadores do gene X. Tudo porque Lilandra Neramani é controlada mentalmente por Cassandra.

Porém, para a felicidade de todos, Jean Grey Summers assume a direção da escola durante a ausência de Xavier e libera seu poder da Fênix, o que a permite tomar medidas antes impensáveis. E há o retorno de Shen Xorn, o mutante curandeiro que possui astros em sua cabeça. Com seu poder altruísta, Xorn consegue controlar uma misteriosa doença que aflige os professores e alunos da escola mais famosa dos Estados Unidos.

Além da trama se diferenciar pelos constantes elementos de ficção científica, o grande diferencial são os diálogos precisos de Grant Morrison, que na maior parte do tempo evita as cenas de ação e pancadaria para tratar o conceito narrativo de forma mais profunda e sofisticada, e, de quebra, revelando interessantes particularidades do personagens.

A arte de Frank Quitely agrada bastante, mesmo que, por vezes, alguns personagens pareçam um pouco caricatos perante o traço particular do artista, como é o caso do Ciclope. Mas o mesmo não se aplica aos demais desenhistas desse volume, principalmente com Igor Kordey com sua arte poluída, muitas vezes sem definição e que deixa uma certa sensação de ter sido terminada às pressas. Ainda assim, isto não é suficiente para desmerecer esta intricada e bem construída narrativa em quadrinhos."